Sexta-feira, 13 de abril de 2018

Futurecom 2017: Furukawa apresenta novidades para hyperscale data centers

O crescimento  grandes empresas de serviços de internet vem provocando mudanças no mercado de data centers, sendo uma delas o aumento do número de hyperscale data centers. No mundo já são mais de 300 e na América Latina estão sendo construídos os primeiros. Isso demanda uma arquitetura de rede e hardware mais flexíveis e a Furukawa

 

O crescimento  grandes empresas de serviços de internet vem provocando mudanças no mercado de data centers, sendo uma delas o aumento do número de hyperscale data centers. No mundo já são mais de 300 e na América Latina estão sendo construídos os primeiros. Isso demanda uma arquitetura de rede e hardware mais flexíveis e a Furukawa vai apresentar suas soluções que atendem essas necessidades.

 

“Trata-se de um mundo novo, que vai continuar crescendo e investindo pesado nos próximos anos, para atender ao aumento exponencial do tráfego de dados e do uso de serviços em nuvem”, afirma Nelson Saito, gerente geral de Engenharia de Produtos e Aplicações da Furukawa Electric Latam.

 

Uma das novidades da empresa nessa área são os cabos ópticos de ultra alta capacidade com tecnologia Rollable Ribbon – UHCF, que permitem melhor aproveitamento e acomodação das fibras dentro dos tubos, podendo conter até 3.456 fibras em um diâmetro de 28mm.

 

“O foco desse produto é a interconexão entre Hyperscale Data Centers, que tem como um dos principais desafios o aumento crescente da largura de banda e necessidade de baixa latência”, acrescenta o executivo.

 

Segundo ele, os cabos de ultra alta capacidade também tornam possível a comunicação direta entre esses mega data centers, localizados a distâncias que hoje chegam a até 500 quilômetros.

 

Além do mais, o gerente geral de Engenharia de Produtos e Aplicações da Furukawa Electric Latam irá  abordar desafios e tendências nessa área na palestra Mercado de Data Center WebCo & Telcos, marcada para terça-feira (03/10), às 17h20, no Auditório Argentina.